13/10/2015
Escrito por:Juliana Silveira
O Rio pelos cariocas

Curta opções de lazer no Rio de Janeiro com sugestões de quem entende do assunto!

Conteúdo atualizado em 09 de julho de 18.

Que o Rio de Janeiro é demais, isso todos nós já sabemos. O mar, as praias, o alto astral, os pontos turísticos, tudo isso faz da Cidade Maravilhosa um paraíso pra quem a visita.

Mas que tal sair do óbvio, ir além do que todo mundo conhece e curtir programas recomendados pelos próprios cariocas?

Confira as dicas especiais que separamos aqui e aproveite o melhor do Rio com um jeitinho bem local!

Saia da caixa e confira dicas dos próprios cariocas sobre o que fazer de mais bacana no Rio de Janeiro!

PRA EXPLORAR

Pra quem gosta de conferir arte, decoração e moda com muita personalidade, a Fábrica da Bhering é o passeio ideal. A antiga Fábrica de Chocolates hoje abriga artistas com seus ateliês de naturezas diversas.

Todos os meses acontecem eventos especiais na Fábrica, como o Circuito Interno, onde residentes abrem seus ateliês para o público e o terraço da fábrica se torna o lugar mais agradável da cidade, com uma vista de tirar o fôlego.

Foto: @gabo_cafe

Foto: @tiagofleur

Foto: @tiagofleur

Foto: @fabrica.bhering

Foto: @fabrica.bhering

PRA PEDALAR

Os cariocas são bike friendly por natureza, né não? Então nada mais local do fazer alguns rolês sob duas rodas. Já quer? Bora alugar a sua bike desfrutar das incontáveis belas paisagens da cidade. 

PRA BOTAR O PAPO EM DIA

Você já ouviu falar na Lapa, né? Ela é legal. Bem legal. Mas pra quem prefere opções menos lotadas, com a garantia de um bom papo e com cerveja gelada, nossa dica é: Praça São Salvador. Experimente passar lá em uma quinta ou sexta-feira, como quem não quer nada. É uma parada obrigatória pós trabalho!

O lugar é rodeado de bares e restaurantes, mas a boa mesmo é ficar no meio da praça, consumindo a cerveja e os petiscos das barraquinhas. Aos domingos, o chorinho da São Salvador já é um clássico. Tudo com aquele clima intimista, com jeitinho de reencontro entre velhos amigos. 

Foto: @sandrasoarescosta

Foto: @sandrasoarescosta

Foto: @carol.catalani

Foto: @carol.catalani

Foto: @paulinhahmaia

Foto: @paulinhahmaia

Outra bela opção para colocar o papo em dia é o Parque de Madureira. Esse clássico carioca é o terceiro maior parque da Cidade Maravilhosa. Por lá, quadras de vôlei, basquete e futebol, riachos, quiosques, pista de skate e brinquedos. Uma infra bacana no coração da Zona Norte do Rio.

Parque de Madureira. Foto: visit.rio

Parque de Madureira. Foto: visit.rio

PRA PETISCAR

Carioca ama petiscar, né não? Então pega essas dicas quentexs e se joga.

O Xian Rio é restaurante lounge com uma varanda com vista incrível, poltronas e um cardápio divino para curtir o Centro do Rio em alto estilo.

Foto: @xianrio

Foto: @xianrio

Foto: @xianrio

Foto: @xianrio

Foto: @xianrio

Foto: @xianrio

E pra começar ou terminar o dia bem, pode começar pelo Café Secreto. Queridinho e cheio de delícias. Pra quem adora um bom japonês, a galera local pira no Paru.

Pra se sentir em casa e ainda saborear o melhor da comida local, bora para o Seu Vidal.

Café Secreto. Foto: facebook.com/cafesecretorj

Café Secreto. Foto: facebook.com/cafesecretorj

Paru Sushi

Paru Sushi

Seu Vidal. Foto: facebook.com/seuvidalsanduicheria

Seu Vidal. Foto: facebook.com/seuvidalsanduicheria

PRA BRINDAR

Botecar é uma arte e o carioca é especialista no assunto. Duvida? Pega essas dicas e depois nos conta como foi, ok?

Bons drinks e muito alto-astral, chega no Êtta Bar. E para botecar em Santa Teresa, um dos bairros mais tradicionais da cidade, a dica carioca é o Explorer Bar.

Êtta Bar. Foto: facebook.com/ettabar/

Êtta Bar. Foto: facebook.com/ettabar/

Explorer Bar. Foto: @explorerbar

Explorer Bar. Foto: @explorerbar

PRA APRECIAR SEM MODERAÇÃO

Se você é aquela pessoa que não considera que o seu roteiro de viagem está completo se não incluir um pit stop gastronômico, anote essa dica. O coletivo Junta Local promove diversos eventos pela cidade, com a missão de juntar quem faz e quem come. A ideia é valorizar a produção local e o comércio justo, e o resultado são pratos fresquíssimos, deliciosos e você ainda pode levar os ingredientes – em sua grande maioria orgânicos – para casa.

Acompanhe o calendário de feiras no site e se programe pra conferir de pertinho uma seleção de produtos naturais, vendidos pelos próprios produtores. Assim, você pode conhecer e conversar de pertinho com quem produz!

Junta Local. Foto: facebook.com/ajuntalocal

Junta Local. Foto: facebook.com/ajuntalocal

PRA COMPRAR

Moda sustentável e muito estilo são as marcas do hypado Brechó Belchior. O garimpo das roupas fica por conta de figurinhas carimbadas na moda carioca, que sempre trazem novidades para a loja. Imperdível! 

PRA BALANÇAR O ESQUELETO

Quem curte música brasileira não pode perder a  MUG, festa que rola ao ar livre, na Lagoa. Batizada com o nome do boneco símbolo de boa sorte que virou febre na década de 1960, a MUG é uma festa aberta a todas as tribos. Uma excelente opção pra quem quer curtir música boa e arrasar na pista! 

Dar uma sambadinha no Arco do Teles pós trabalho é carioquíssimo! Então já sabe, se estiver pelo Rio numa quinta ou sexta-feira, corre para o Samba do Arco do Teles, no coração do Centro, bem próximo do Terminal de Barcas. Imperdível!

Samba do Arco do Teles. Foto: facebook.com/espacoxvarcodoteles

Samba do Arco do Teles. Foto: facebook.com/espacoxvarcodoteles

No mesmo clima, outro queridinho dos cariocas e para começar a semana na boa, a tradicional Roda de Samba Pedra do Sal rola todas às segunda-feiras, também no Centro.

E no final de semana? A festa é no Vidigal, gente! Coloca no roteiro do finde o Mirante do Arvrão ou o Bar da Laje, um do ladinho do outro, que vai ser sucesso.  

Bar da Laje. Foto: facebook.com/bardalaje.rio

Bar da Laje. Foto: facebook.com/bardalaje.rio

Mirante do Arvrão. Foto: facebook.com/pg/mirantearvrao

Mirante do Arvrão. Foto: facebook.com/pg/mirantearvrao

PRA MERGULHAR DE CABEÇA

Que a praia do Leblon é linda, e que o por do sol no Arpoador é parada obrigatória você já sabe. Mas que tal fugir do óbvio e visitar praias paradisíacas, como a Prainha e a Praia do Perigoso? Esta última faz parte do circuito de praias selvagens do Rio, um roteiro incrível!

A sensação é de ter sido teletransportado para outro lugar, beeeeeem distante. A Prainha fica logo ali, depois do Recreio e você consegue vê-la do alto da estrada que liga Recreio – Grumari. O melhor horário para ir é de manhã, bem cedinho, e se puder ir de bike então, melhor ainda, pq o espaço para estacionar o carro é bem limitado. Como a praia fica em frente ao Parque Natural da Prainha, uma região de Mata Atlântica com morros altos, o sol costuma ir embora mais cedo, por volta das 16h. O lugar é adorado por surfistas, bem abrigado para os banhistas e conta ainda com um restaurante maravilhoso que serve o melhor robalo do Rio! Tudo fresquinho, perfeito para terminar o dia muito bem.

Prainha. Foto: guiadepraias.com.br por André Matos

Prainha. Foto: guiadepraias.com.br por André Matos

Já a Praia do Perigoso fica um pouquinho mais distante, em Barra de Guaratiba. O acesso é feito através de trilha, com uma caminhada leve de aproximadamente 40 minutos. Mas todo esforço é recompensado já no caminho: você se deliciará com visuais incríveis, avistará a Pedra da Tartaruga em boa parte do trajeto e, se estiver preparado, poderá fazer um excelente rapel. Passará ainda pela Praia do Meio antes de chegar ao destino final, um trecho de praia bem lindo, porém com o mar mais agitado. Na Praia do Perigoso você achará sombra, água fresca e uma praia quase deserta, só pra você! Vá bem protegido do sol, pois a trilha é muito aberta, por isso, além do protetor, leve um boné ou chapéu. Uma t-shirt clara é bem vinda, assim como um tênis bem confortável e água, muita água, porque o calor não dá trégua.

Praia do Perigoso. Foto: @samillebp

Praia do Perigoso. Foto: @samillebp

Praia do Meio. Foto: @paammex

Praia do Meio. Foto: @paammex

PRA FICAR DE CUCA FRESCA

Quando os cariocas querem fugir das areias escaldantes e se refrescar num lugar mais tranquilo, eles não pensam duas vezes: Cachoeira do Horto!

Essa cachoeira fica dentro da área de proteção do Parque Nacional da Tijuca e o acesso é bem fácil: da movimentada Rua Jardim Botânico até a cachoeira – a pé – você não leva mais do que 45 minutos de caminhada. 

A pequena cascata dessa cachoeira forma uma piscina natural maravilhosa, perfeita pra refrescar em um dia quente em meio à Mata Atlântica. Com sorte, e principalmente no período da manhã, você conseguirá observar pássaros e até pequenos mamíferos típicos da região.

Cachoeira do Horto. Foto: postozero.com

Cachoeira do Horto. Foto: postozero.com

Parque da Tijuca. Foto: parquedatijuca.com.br

Parque da Tijuca. Foto: parquedatijuca.com.br

O Rio guarda um pequeno e, ainda desconhecido, pedacinho de paraíso chamado Ilha da Gigóia. Esse refúgio secreto fica na Barra da Tijuca, vocês acreditam? É um lugar perfeito para passar um final de semana, ou mesmo para passeio de domingo com os amigos e família. Lá, a tranquilidade e ares do interior chamam a atenção.

Ilha da Gigóia. Foto: tripadvisor.com.br

Ilha da Gigóia. Foto: tripadvisor.com.br

Para chegar à Ilha da Gigóia é preciso pegar uma balsa que sai próximo da estação de metrô Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca. O trajeto é bem curto e lindo! Os barcos funcionam 24 horas por dia.

DICAS BACANAS:

Segurança: o local é considerado bastante seguro, mesmo à noite, pois o acesso exclusivo por barco, dificulta roubos e furtos. 

Roupas: usar roupas leves e calçados confortáveis são recomendados para caminhar mais à vontade pelas ruas de diferentes calçamentos.   


+ Rio

Rio ao vivo

Um rolê pelo centro do Rio

Guia Copacabana de boa viagem

Mapa das melhores Feiras Livres pelo Brasil


Clique aqui e confira os hotéis recomendados pelo O Bom de Viajar, escolha o seu e reserve aqui mesmo de forma rápida e segura.

Ufa!

Com tantas dicas, vai ser difícil você ficar parado, né? Que tal arrumar as malas e partir para explorar o Rio com um roteiro super insider? Partiu!